Mostrar mensagens com a etiqueta férias. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta férias. Mostrar todas as mensagens

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Adeus sanidade mental!

Fui de "fim-de-semana" (1 dia: sábado à tarde até domingo à tarde) com uma amiga minha de há décadas e o filho. E creio que, a meio, me terei despedido da minha sanidade mental. Aquilo que era suposto ser agradável para os miúdos, foi, mas não aconteceu o que tínhamos imaginado que era depois deles irem dormir termos feito uma festa enorme com copos à mistura.

Não. Foi vermos um pouco do espectáculo do Luís de Matos na RTP1 (ele não envelhece? sobrevive a cogumelos do tempo?), partilharmos uma ou duas histórias, eu mostrar como estão descaídas as minhas mamas desde a última vez em que ela as tinha visto (15 anos) e ir dormir. 

Ficam, no entanto, estas fotografias maravilhosas e boas memórias para eles. Espero. 

C.a.n.s.a.d.a.s


Obrigada pelo convite, coisa linda, mas agora preciso de um ano de férias. 

 

 

 

 



 



a Mãe é que sabe Instagram

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Pintei o cabelo de roxo e cor-de-rosa. Crise dos...31?

Será?



Se calhar.


Seja como for estou kicking ass, biatttheeeesss!!!





Desde pequena que quis fazer uma coisa mais fora. Quando era mais nova queria ser mais loira e tanto punha água oxigenada (não resultava assim grande coisa) como betadine no cabelo e escorria amarelo na natação. Agora já posso fazer as coisas de uma forma BEM melhor, pelas mãos da Lina do Nela Cabeleireiros e vou "chafurdar" para sempre. Acho que a minha vontade de mudar o meu visual vai durar mais que o meu casamento (ehhhh).

Se isto são os 31, estou tão tranquila ;)

Também têm uma vontade secreta de fazer coisas esquisitas ou são mais de ir fazer uma nuance e ficarem ofendidas por ninguém ter reparado como a Joana Paixão Brás? :)


 ❤


Fotografia - The Love Project 

Cabelo e Unha de Gel - Nela Cabeleireiros

Smartwatch - Fóssil

Filha - Eu e o pai dela


a Mãe é que sabe Instagram


sábado, 2 de setembro de 2017

Onde anda a vossa melhor amiga?

É parte de nós. É nossa família. Esteja em que fase estivermos.

Com a Susana já tive fases de tristeza (poucas, mas intensas), fases de euforia (quase sempre) e fases de calma em que "estamos só" - como ela diz. 

Na gravidez, houve um timing em que nos afastámos. Ou terá sido quando conheci o Frederico? Cheguei a ficar zangada por a minha "irmã" não me ter visto no processo de vir a ser mãe. Queria-a comigo, mas nenhuma das duas estava pronta ou "no ponto" para isso. Bons tempos depois (faltava estarmos juntas), a zanga passou a compreensão e o amor veio ao de cima (não que alguma vez tivesse desaparecido).

A nossa química mantém-se. Temos crescido as duas, mesmo que nalguns anos (meses), tenhamos estado menos perto. Ninguém mais do que nós sabe do que a outra é feita e do caminho que fizemos. Creio que nunca tenhamos sido tão transparentes com ninguém como somos connosco. Sendo que este "connosco" somos nós e nós mesmas. 

Agora já nos encaixamos de novo. De outra maneira. Uma maneira adulta que fez com que levássemos uma caipirinha e uma piña colada no outro dia para o quarto de hotel às 10h da noite enquanto a Irene dormia, mas a maneira adulta de quem já balança entre o momento e outras coisas que o enriquecem. 

Ela esteve sempre aqui, só que na vida dela. Tal como eu na minha. 

Fomos passar 4 dias de férias ao Vila Galé Clube de Campo com a Irene. Houve alguns momentos, há uns meses, em que senti tristeza por passarmos a ter estas idas de férias sem a família completa, isto é: a Irene ter férias de Verão com a mãe e depois com o pai. Mas acabaram por ser algo... fenomenal. 

Nós as três temos algo que se chama "O Clube das Amigas". Já não sei como surgiu. Começou com um hi-five por estarmos as três contentes por estarmos juntas e passou para fazermos voz grossa, afastando as pernas tipo lutadoras de sumo, fingindo que temos um bigode com o indicador. 

A Tia Susana não é daquelas Tias que se chama assim não sei porquê. É mesmo Tia. A Irene gosta quando a Tia lhe lava os dentes, quando dá a sopa, quando tomou banho com ela, quando fica horas com a Tia na piscina (mesmo que eu desapareça - tão bom) e já quis que a Tia lhe abanasse o rabo para adormecer. 


Fotografia que a Irene tirou à Susana enquanto ela nos fotografava.


Sinto que a Irene me ensinou a amar melhor. O meu peito é dela (literalmente), mas ensinou-me uma linguagem que, quando transposta para a "vida real", torna tudo muito mais lento, denso, simples e adorável. 

Ter estes sentimentos tridimensionais pelas pessoas que mais amamos faz com que uma meia semana em Beja se tenha transformado numa espécie de Natal, naquilo que sempre quis que o Natal fosse. 

Uma parte de mim feita em mim e uma parte de mim que encontrei no liceu. 

Onde anda a vossa melhor amiga? Em que fase estão?


a Mãe é que sabe Instagram




segunda-feira, 14 de agosto de 2017

BEST OF Férias! Já acabaram! Snif snif

Foram umas férias em cheio, repartidas pelo país. Sem grandes luxos, sendo que é um luxo poder passear, conhecer sítios lindos e estar com a nossa família, com amigos e, mais importante ainda, com saúde. Apesar de gostar de abrandar o ano todo, não há como as férias para nos ouvirmos a todos melhor, para ter tempo para tudo e para nada, para olhar o mar, viver a serra, conhecer terras e terriolas, dançar num bailarico da aldeia, comer uma caracolada, uma sardinhada, ficar quase até ao pôr do sol na praia... Claro que com filhos há birras, há cansaço e gritaria, há noites mal dormidas à mesma (ahah), mas há tudo o resto que compensa. Muitos abraços, muitas cócegas, muitos beijos e muito amor. E açúcar das bolas de berlim nos queixos. Tão bom!

Estivemos: 
[Cliquem nos links para irem vendo mais imagens]

- uma semana no Algarve (Fuzeta) com o avô Fernando

- uma semana em Azeitão, em casa da Susana, e nas praias da Arrábida

- uns dias em Évora, em casa dos avós, com passeio por Monsaraz

- e o resto em Santarém, em casa, com ida até aos Olhos d'água (praia fluvial)


Do que mais gostei?
  •  de termos tido uma cicerone que nos mostrou a serra da Arrábida e nos acolheu
  • de termos aproveitado para estar com os avós das miúdas
  • de não me ter preocupado com as sopas das miúdas, levei da BebéGourmet
  • de me ter marimbado para maquilhagens e vestimentas (excepto no casamento da minha melhor amiga)
  • da casinha no algarve, da Fuzeta, da Armona e da Praia Verde
  • dos ponchos hiper-práticos das miúdas, de cada vez que saiam da água, da Gordinhos
  • de ter ido até à praia sem as miúdas ouvir o silêncio e namorar
  • dos petiscos e das bolas de berlim (agora fechar a boca imediatamente!)

Se estão preguiçosas ou têm mais que fazer do que clicar em mais links, fica um resumo em imagens:

[Suspirei fundo só de rever isto tudo]

Susana Cabaço Fotografia
Site aqui.




A Susana

Os tais dos ponchos

Na Armona com o avô

Com os amigos

O meu maior descanso nas férias

Banhos na rua

Pés descalços

Foram as primeiras "férias a sério" para a Luísa



No dia de praia só a dois (aproveitei para ler o livro Viver Devagar)

Manas

Avô



A tentar

Fins de dia

No casamento


Em Monsaraz, com vista para o Alqueva

Gordices em Setúbal

Num restaurante que decobrimos ao acaso em Setúbal (Tasca do Largo) muito fixe

Babywearing na piscina e em todo o lado



 
Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.
Enviem-nos um mail  à vontade.

A Mãe é que sabe VIAJAR - Monsaraz (Alentejo)

Na terceira semana de férias, fomos para casa dos sogros, em Évora. Tivemos dias mais calmos, mais em casa, a saborear as comidas maravilhosas da sogra, a abusar dos sofás, a ver desenhos animados, a ir ao parque ou à piscina. Foram também até à cidade e até ao cromeleque dos Almendres (eu fiquei em casa eheh). Mas, num dos dias em que lá estivemos, fomos todos até Reguengos (almoçámos por lá) e depois até Monsaraz. 

Monsaraz é uma vila medieval lindíssima, que fica no topo de uma colina com vista para o Guadiana, feita de cal e xisto e cercada por muralhas. Andar por lá, a pé, é um regresso a tempos de reis e rainhas, uma experiência única. As casinhas, as janelas (adoro janelas), as flores nos parapeitos, o Alqueva ali a espreitar pelas ruínas, tudo encantador.

Não comemos nem pernoitámos por lá, mas decerto haverá casinhas bem giras com uma vista incrível, por isso, se tiverem dicas para quem lá queira ir, deixem aqui na caixa de mensagens. :)

































Portugal tem cada sítio mais bonito!!! 



 
Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.
Enviem-nos um mail  à vontade.